Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

24
Nov20

SOFIA SAMPAIO - SETEMBRO EM ANÄSET (2004)

 

O inverno persegue-me.
Vem como um trenó sem sinos ou renas ou fios
puxando a sombra cada vez mais oblíqua
das coníferas—vultos esguios sisudos que admiro
mas cujos pesados conselhos (de novo Lutero, Calvino)
não sigo.

Faz romper os céus
num frenesim controlado
que é ora granizo, chuva, ou nada—
uma pausa de ar que se espreguiça
numa esteira de musgo
na sombra de um raio de sol esquivo.
O rodopio das folhas amareladas
cede lugar à carga furiosa de vento e água
que faz tremer o telhado
e traz a floresta para dentro de casa.

Cheira a madeira expandida
e a bétula seca queimada
na salamandra da cozinha.

Setembro em Ånäset é um parêntesis verde
no inverno branco do norte
no verão de um sul moreno, agora escurecido,
que hoje sangra cinza e fuligem do bege seco dos troncos
na serra de sombras sem sombra,
na noite de repente cativa do clarão de inferno aceso.

Aqui, no excesso de gelo e água,
compreendo, enfim, o paroxismo do verdadeiro exílio.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim