Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

09
Dez18

PEDRO SILVA SENA - PEQUENA ODE ANTROPOCÉNICA

 

 

Enquanto as oliveiras envelhecem três mil anos nos campos antes do
| bulldozer
Enquanto alguns cientistas aguardam a singularidade tecnológica que
| transformará a humanidade
Enquanto muitos capitalistas preparam a automatização inteligente do globo
| que redundará a multidão humanal
Enquanto as baleias fazem os seus chamamentos nos oceanos ácidos e
| desertos antes dos arpões
Ouvem-se os teclados a cantar o alvoroço lucrativo das multinacionais por
| detrás dos vidros dos escritórios
(laboram aí aqueles que dormitam em comboios, autocarros e automóveis
Que viajam de metropolitano num silêncio ensimesmado
Que entrechocam apressadamente nos túneis das estações a ouvir Low ou
| Napalm Death
Que bebem goles curtos de café fumegante à secretária
Que vivem metade de si online
Que trabalham metade da vida em full-time
Que produzem pressurosamente os incontáveis números dos ecrãs coloridos
| de gráficos eriçados)
Enquanto uns loucos bravejam contra a sombra dos miseráveis que encobrirá o céu
Enquanto certos crentes cortam as gargantas dos infiéis com a lâmina das folhas
| dos livros sagrados
Enquanto tantos inocentes explodem em pedaços sob os escombros e a poeira
| da guerra
Outros derrubam as oliveiras que envelheceram três mil anos nos campos.








Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim