Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

13
Out19

MARÍLIA MIRANDA LOPES - DOMINGO: DiEM25

 

 

 

Regressei à calma, às montanhas,

num dia ameno e florido.

Tinham-me as promessas ordenado:

tomar o diem, o comprimido,

viver na tranquila pertença,

rezar aos deuses as minhas dúvidas;

pagar ao estado a minha tença,

amar-te sem as crises mais súbitas,

como se fosse sempre domingo,

tempo de descanso e avesso

às longas filas da semana,

às histerias que não meço.

Ninguém sabe de si, se corre

atrás do que não vale nada.

Sou, por isso, alguém que já morre

a contemplar o Sol na estrada.

Distraio-me com versos na carteira:

segurança, certeza, protecção?

Quem me dera ser mais certeira

e ter por fim um simples chão.

O continente exige luta

ou vai desintegrar-se, diz

Varoufakis, no Manifesto.

No ocidente da velha Europa,

finjo que não sei e não molesto.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim