Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

16
Mar21

ANTÓNIO DE MIRANDA - ASSIM FOGE O TEMPO


Por vezes deixo-me perder
no conforto do desassossego.
Lapido um coração de inox
que mente, quando me pertence,
enquanto alvejo nuvens dos dias do Outono.
Escrevo inutilidades nas folhas caídas,
sabendo que essas palavras desprezarão
todas as memórias.
Cães ladram sonhos
num vomitado abusivamente conhecido.
As pérolas libertaram-se do colar,
e o tiquetaque incomoda os silêncios da
decência.
Assim foge o tempo,
embrulhado nas pistolas
de brincar.
,


2021Fev__aNTÓNIODEmIRANDA

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mais sobre mim