Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

16
Abr19

ADALBERTO ALVES - "ÁSPERA A HUMIDADE DA NOITE"

 
 
 
áspera a humidade da noite
que vem da boca fria da maré.
nela sou rumor, prece escondida
lamento que em eco é tragado.

ah, a indecisão do infinito
que em seu livor prodigioso
ora nos alça, ora nos derruba
na cascata que nos lava a fronte.

somos o brilho de uma geometria
deveras traçada em profundidade.
e as estrelas, em sua combustão,
dela apenas querem imitar a luz.
                          
2019
 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim