Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

06
Jun18

ADÍLIA CÉSAR - O ÚLTIMO INVERNO

O traço superior dessa linha do tempo é um canto vago

talvez uma inutilidade do pensamento

murmúrio de fumo

sombra de cinza

película íntima e permissiva a céu aberto.

 

Recupero com esforço a anterior tendência.

 

A sombra que é de mim não é o eu-corpo absoluto

não é o eu-consciência obscuro

não sou eu não sou eu não sou eu, digo

apesar de aprovada por unanimidade.

 

Mas se eu discursar sobre a experiência imediata do fogo

nesse último minuto de despedida que todos temos

se eu for inscrita numa fidelidade absoluta

e distanciada de tudo

é porque conheci a soberania do frio

e o vento me levou nas asas do fim.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim