Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

05
Set18

ADRIANA MAYRINCK - SEM SOL

 

A correnteza dos sentidos extravasa.

Salinidade por todos os poros.

Olhar embaçado, cego de amanhã.

O mar cinza deixa-se seduzir pelas águas celestiais.

Falta alegria.

Mas espera calmamente o retorno dos raios solares.

A vida grita para que sonhos sobrevivam.

Mas a alma recolhe-se.

Quer abrigo.

O vento chama em eco contínuo.

É necessário vestir-se de flores e buscar a palavra perdida.

O caminho precisa continuar, entre girassóis, pedras e espinhos.

Ela,

não pode silenciar.

Lágrimas e chuva banham seu corpo.

Florindo.

Perfume de letras percorrem o tempo que não passou.

Lembranças.

Ausência que paralisa o instante, sem melodia.

O verbo latente não sufoca mais os gritos silenciosos.

Cala, tudo se foi.

Precisa juntar novas letras.

Espera o sol voltar - trazendo uma nova poesia. 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim