Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

12
Jul18

ANDRÉ TECEDEIRO - AS RAPOSAS

As raposas, nunca esqueci,

Não se desatendem nas armadilhas:

Roem a própria pata quando tarda o caçador.

 

É que as raposas sabem bem

que mais se valem livres que inteiras.

 

Pernas para que as quero

Se não for para fugir?