Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

13
Set18

CLÁUDIO DANIEL - BOITATÁ

 

fogo que mora nas águas do rio —

fogo que já foi menino

e dança nas águas do rio

fogo que dança

na lama do mangue

e mora nas águas do rio

fogo que dança

no fumos do mato

e mora nas águas do rio

ele é a cobra-menino

come-olhos-do-mundéu

protege dona cotia

dona anta, seu mutum

dona paca, seu teju

protege dona onça

seu tatu, seu jaós, seu uru

cuida de todos os bichos

todos os bichos, todos

os bichos da mata

não atice a íris-fogaréu

tição-azul-da-luz-do-lume

não irrite os escuros

do relvado, seu branco

ou ele comerá teu olho

aquele que é fogo-serpente

come-olhos-do-mundéu

osso-branco-escarra-tripa-

olho-brenha-escarcéu.

passarinho estava aqui?

passarinho caiu no chão

e virou pedra.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim