Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

11
Out18

CRISTINO CORTES - O QUE FICA

 

Fica a poesia, claro, benefício da abertura temporal

De a ela, e com gosto, poder-me entregar. Só aqui

Poderia abalançar-me a um volume de 900 páginas. Li

Assim Homero e Camões, Nemésio, Sophia, agora por sinal.

 

 

De século mudo com frequência e facilidade extrema.

O canto dos jograis sem lupa no original entendo,

Passo depois à língua mais próxima de Garrett, qual o vento

Dispensando cuidados e temores em terra pequena…

 

 

E é também escasso o tempo balizando este arco

Onde me vejo e só assim defino a Pátria, minha amada:

Não sendo só o que é mas também o que já foi, projectada

No futuro como projéctil que não pára, certeiro e raro.

 

 

   Qual linhagem, tronco, família, estirpe, que mais direi

   Desta pertença a um fluxo que eu quero mas pouco sei?!

 

 

Até para algum café mais central não tenho pejo de assim levar

O que outros dirão dicionário, grosso calhamaço ou missal.

Tem é o carro de ficar perto, já que destas contas, no final

Não é muito cómodo tanto peso numa só mão passear.

 

 

 

Quase sempre em férias, sozinho nesta aldeia e adjacente

Cidade. Venho para descansar. A tão gostosos prélios me entrego.

Se o tempo me não permite outros afazeres a ilusão trasfego

De algumas leituras terminar… Pura ilusão. E sigo em frente.

 

 

Mas é isso que fica, esse testemunho, esse elo na cadeia

De que me vou sentindo parte, fazendo meus e melhor

                                                                         conhecendo

Parentes em que me honro e continuo. O facto é que, lendo-os

Aos mesmos deuses sacrifico, digamos pois que semelhante ideia

 

 

Me transcende, incessante direi dessa luta que única me importa.

Nesta casa do ser todo e cada um encontrará a justa porta.

 

 

 

 

 

 

 

(Este poema encerra o livro, com o mesmo título, a publicar, no início de 2019, pela Editora Calçada das Letras, de Lisboa.)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim