Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

26
Jul18

DAVID F. RODRIGUES - Ó FILHA AVARA DUM GRANDE CORNO

E senti que a morte era uma flecha

                                                                                       que não se sabe quem dispara

OCTAVIO PAZ

                                          

 

                                                                                                                                                                                              

  

ó filha avara dum grande corno

és mesmo a cabra sempre em retorno

não te bastava me vires mondando

um meu amigo de vez em quando

pra te dares agora de repente

a ceifar-me um e outro parente

inda por cima ávida varrida

tão presos à porra desta vida

quanto eu sem prazos de validade

ai mas deixa minha ladra que há de

ser bonito te sentir ao fundo

para também me roubares o mundo

mas antes que me batas à porta

já eu te mandei dar uma volta

e mesmo que mouco fraco e rouco

hei de te gritar vai foder outro 


juro ai juro ó puta descarada

não quero ver-te sim nem pintada