Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

07
Ago18

FABRÍCIO BRANDÃO - OSCILAÇÃO

 

 

Já tive medo de águas
das que caem do céu
sem nenhum aviso
 
Réu permanente
confesso
nunca soube inaugurar corpos
 
Os dias de fúria
sempre disfarçados de branco
acostumam a falta de cores nas paredes
 
Onda que margeia
resta ainda algum átimo
para cumprir silêncios