Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

04
Mai19

FERNANDO GUERREIRO - "SÃO AS MULHERES SOBRETUDO"

 

 

São as mulheres sobretudo
que morrem - vê-se isso em
qualquer série de tv - os seus
corpos decompondo-se, abertos
às seringas, feridas, copos que
se atira sobre a mesa, partidos,
depois de servidos. O corpo
esvazia-se (ou enche-se) quase
sempre de fora para dentro:
um monte de penas negras
sai-lhe da boca, carregando
consigo um horizonte em 
que se acumulam vestígios
de um destino há muito perdido.
Espantar-me-ei? perdidas
as asas, o que resta do voo?,
que corvos grasnam inco
modando as árvores com
os pios (crucitar) do juízo?
"À cet endroit de la toile",
soletra o pintor (com as mãos
entrapadas por onde pululam
seres com lamelas no lugar
dos olhos, que o ajudam
no ofício), "peindre ni ce
qu'on voit, parce qu'on
ne voit plus rien, ni ce qu'
on ne voit puisqu'on ne
doit peindre que ce qu'on
voit, mais peindre qu'on
ne voit pas" (sublinho,
talvez a negrito). Assim,
antes de mais arrancou (-se)
os olhos, enfardando o espaço
com espécies nunca vistas
que tecem os seus mantos
nos tecidos da nuca em que
empalidece o crepúsculo.
Poesia das sombras,
antes da noite que
a partir de dentro
confecciona os orgãos
que nos permitem
refazer o mundo
de acordo com leis 
que pervertem o que
até então fora concebido
como o seu mais próprio uso.
As palavras, sons
que das asas se des
prendem, trazem
no fim a certeza
 de um pensamento cheio
mas sangrento que
se libertou da ilusão
(promessa) do futuro.




(* banda-sonora recomendada, Louise Cordet, "Two Lovers",

On the Detroit Beat​, Ace Records, 20119)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim