Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

30
Jan20

PEDRO ÁGUAS - A ESPERA

 

Olho para o relógio: tardas em chegar.
Teu chapéu trará uma rosa branca?
Teus sapatos serão
vermelhos e de salto alto

ou desportivos, de tecido singelo?
Um comboio fulminante
passa sem parar, some-se na curva
da linha férrea. Não sei porque espero

que o sol me aqueça ainda hoje.
No meu íntimo (não sei por qual
processo de adivinhação) sei que tenho tempo
para descer ao bar e comprar

mais um maço de cigarros.

Por isso acalento e descontraio-me.
Talvez não chegues neste ainda.
Talvez não chegues nunca – mas teimo
em não arredar pé e em olhar para o infinito.




















Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim