Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

02
Ago19

RAMIRO S. OSÓRIO - VERSOS DO 2 DE AGOSTO POST-DATADOS

 

 

Para a SUSANA no dia do seu 82º aniversário de mortalidade

 

                                                                                                         "rather find 

                                                                       Strength in what remains behind"

                                                                                                  

 

só mais três

 

disseste-me que só querias mais três

só mais três

anos de vida

 

claro que não o disseste assim

 

quer dizer que não o disseste

 

quando se diz de outra maneira

diz-se outra coisa

 

tudo começou por ter vindo à baila ter 90 anos

 

disseste que não querias chegar lá

 

então perguntei-te a quantos querias chegar

 

disseste 85

mas não te lembravas que ias fazer 82

 

primeiro julgavas que seriam 81

 

quer dizer que só estavas a pedir-lhe mais 3

se acreditasses naquilo a que chamam deus

sem artigo definido

 

quer dizer que estavas a pedir só três vezes mais

que aquele parco só um ano

suplicado pelo hoelderlin às porcas das parcas

 

ah

cada vez mais wordsworth é a minha praia

não digo como poeta

quero lá saber

digo como ser humano

 

esse nunca se conformou com a piteuse calamidade

da chamada condição humana

 

ah não peças só mais um

ou mesmo só mais três

 

a vida não é a porcaria de um jogo de futebol

 

2 de Agosto de 2019

 

post-scriptum

 

Coitadas de todas essas pessoas que têm de se haver somente  com as palavras que os hoelderlins deste mundo e o outro escreveram.  Para sempre estarão órfãs dos gestos deles. Os seus gestos morreram antes de todas essas pessoas terem nascido.

 

E no entanto são os gestos que me dizem o grau de poesia, o grau de loucura, o grão de loucura de quem são feitos, de quem sou. This kind of stuff dreams and some of us are made of.

 

Ah!… não deveria ter-te escrito poema algum. Um gesto. A seguir a nem mais uma palavra. Mas tudo isso ser vida, e não morte, como em Pavese.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim