Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

22
Jun19

RAQUEL SEREJO MARTINS - ERUDIÇÃO ÍNTIMA

 

 

 

Sei da dor

quando o corpo me incomoda,

o corpo a decidir por mim.

Sei da alegria

quando fico incomensuravelmente triste,

a esperança a decidir por mim.

Sei da separação

apesar da vizinhança,

a distância a decidir por mim.

Sei da solidão

apesar da tua companhia,

apesar da amabilidade do amor,

a tristeza a decidir por mim.

Sei do silêncio

apesar da música do mundo,

a canção de um búzio a decidir por mim.

Sei da impotência

apesar dos gestos quotidianos,

o lusco-fusco a decidir por mim.

Sei do exílio

sem sair de casa,

o medo a decidir por mim.

Sei do Inverno

e do diospireiro depenado,

o frio a decidir por mim.

Sei de pássaros nenhuns

e do regresso das nuvens,

o vento a mudar de direcção e a decidir por mim.

Sei da espera

tenho uma janela, uma cadeira,

agulhas de tricotar e um novelo de lã,

o coração a decidir por mim.

Sei uma oração

que repito enquanto espero,

como se houvesse um Deus a decidir por mim.

Sei do sol

apesar do infinito das noites,

e que está um dia frio sem nuvens,

está um dia lindo de morrer,

também para morrer.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim