Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

16
Set18

SÉRGIO NINGUÉM - O SILÊNCIO

à noite penso no silêncio

em bocados de musgo

que não falam —

permaneces num vazio estreito —

e tu. também não falas

mas espreitas o silêncio

que eu olho atentamente.

 

não se espera pelo silêncio —

procura-se por ele.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim