Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

12
Set18

ALBINO MATOS - ESTRELAS






1
Que é isso, no fundo dos teus olhos?
- São estrelas? 


2
Quem olha muito as estrelas
fica com estrelas no lugar dos olhos.


3
Caminho de estrelas
(Sim, pode ser).
De ti.
Para ti.


4
Quem inventou o dia estrelado
fui eu.
E tu.


5
Há estrelas
mães e avós
de outras estrelas
- Não é?


6
O brilho das estrelas.
O piscar dos teus olhos.


7
Chuva de estrelas
- Lágrimas?
- Saudades.


8
Duas estrelas sorrindo
uma para a outra
- Qual delas brilha mais?


9
Uma e outra
e outra e outra…
- Enchem a vista
(e o coração).


10
Duas estrelas
- Um minuto.
- Um século.


11
Rio de estrelas
- Foz de amores.
- Mar de saudade.


12
Tecnicamente,
os teus olhos,
posso chamar-lhes constelação?

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim