Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

21
Dez18

AMOSSE MUCAVELE - NOTÍCIAS DO NEVOEIRO

 


Quando a noite tarda em voltar aos seus aposentos
Acordamos de olhos prostrados na enxurrada do escuro anterior
A manhã se serve de postas de chuva
À mesa construímos caminhos distantes da luz
onde os pratos crescem na fome da partida
Sem idioma, as gaivotas anulam o seu voo matinal

Lavra-se o dia na Costa do Sol
As amêijoas festejam no obscuro encanto
A linguagem da sua liberdade
Os passos dos pescadores esfumam-se,
Enlouquecem e estão a apontar o silêncio com os remos cerrados
sem força procuram a chave do horizonte furado
a medida das incertezas dos maziones

Na Catembe os barcos não circulam
Encalhados
acenam o dedo ao bailado das nuvens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim