Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

13
Set20

ANA MARIA RODRIGUES OLIVEIRA - ADVERSIDADE


Quem disse que a vida é equilíbrio e contenção?

Quem se atreve a apregoar que é na igualdade que está a virtude!?
Quem elege contrariar as leis da natureza que são espelho da iniquidade
Proclamando a harmonia como solicitude?

Inequivocamente somos filhos refratários da contrariedade
O resultado indignado do revês e da má sorte
Satisfação como estado inequívoco de partida para o aniquilamento
Em que a harmonia e equilíbrio são sinónimos de morte!

Felicidade gesticulando num estado doentio e estático
Onde a procura cessou por deleitamento e ventura
Fortuna é aparato patológico séquito de negra poluição
Contentamento é sinal de disfarçada amargura
Ínsula de prosperidade numa condenação lenta em podridão!

Rituais tresloucados em momentos de aprazimento
Existência que em ciclos arrebatadores se faz o morrer e nascer
Coragem que esbraceja em circunstâncias adversas de ocasião
Infelicidade é senha de sobreviver para feras transfiguradas em predadores inveterados
Entre o paraíso e o averno eis por onde se passeia a dissimulação!



Poemas de 2010

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim