Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

13
Jan20

ANA PAULA INÁCIO - TIRA OS DENTES DO POEMA

 

Talvez o dente
e a dor de o extrair
não devam entrar num poema
(ainda que assim de repente
me recorde de dois
onde vingue esse órgão:
um de Adélia Prado
outro de Ana Hatherly.
O da Adélia é podre
doente e condenado.
O de Hatherly vigoroso, afiado
bisturi na carne do conformismo
e da indiferença.)
Mas deixa-me na língua
o mesmo gosto a sangue
o mesmo travo metálico
daquela
a humilhação
e, levando a comparação a termo,
o que será que esta me extrai
e a diferenciará de uma valente dor de dentes?
O movimento.
É a resposta à primeira.
O grau à segunda.
Quanto ao carácter, tenho dúvidas
embora, de tão férrea senhora,
como a dor,
só a seriedade lhe caía bem
e dela me ria
 na cara
que à socapa choro
até as lágrimas me arrancarem
a maquilhagem
com que fito o rosto.
O mesmo que a humilhação esbofeteia
como quem domesticasse um servo
e o seu mais caro cerdo violentasse.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim