Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

12
Jun20

ANTÓNIO DE MIRANDA - A INCONTORNÁVEL BELEZA DE ME PERDER


Não assino desculpas para este
encostar do tempo que abandona
solidões nas costas. Ousei mandar
a esperança escondida nas garrafas
que esvaziei. Esperei, nas mais
tristes madrugadas, um sinal,
mesmo sem sentido, que confortasse
a mais doída das despedidas. Tudo
foi apunhalado, neste desgosto
escrito no novelo mentiroso.
Caminho no deserto das ideias
válidas, carimbando mágoas
bordadas a ponto-cruz. Limpo o
desejo a guardanapos tão gastos
como as minhas sujas recordações.
Vou fugindo, não tão rápido como
desejo, da sombra que pinta
desgostos.
Um destes dias, terei de aprender
a voar.
Preciso urgentemente de assassinar
o encanto da lua.
,

2020Mar_aNTÓNIODEmIRANDA

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim