Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

05
Fev21

ANTÓNIO DE MIRANDA - AS NOITES DO ÚLTIMO DIA

 

Dói-me a alma, geme-me o peito.
Não ando nada satisfeito
com as noites do último dia.
Gostaria que a última,
fosse somente a véspera dessa mesma coisa.
Cansado do teu fantasma,
não quero mais esta faca espetada nas minhas costas.
Só pretendo tomar conta do meu tempo,
sem deixar que o meu sangue,
sirva de exemplo para alguém.
Não necessito de sorrisos emoldurados,
nem de ingenuidades abusivamente oferecidas.
Não pretendo salvar nada!
É uma hipótese que nunca me apetece.
Sou agora,
uma sombra distraída.
& mantenho todo o cuidado para a não pisar.

.2015aNTÓNIOdemIRANDA

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Mais sobre mim