Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

18
Jan19

ANTÓNIO GARCIA BARRETO - MINHA CAIXA DE PANDORA

 

 

 

Abri a minha caixa de Pandora 

Nela encontrei uma cabeça em que brilhavam 

dois olhos azuis pálidos que

me fitaram com alvoroço de morte

como se me culpassem de algo que não fiz

Depois agarrei uma mão em que no dedo

anelar brilhava um anel de safiras tão

valioso como uma casa na baixa de Manhattan

Cada vez mais surpreendido

encontrei o púbis de uma

rapariga muito feia e sem cabeça,

cuja única recordação que me deixou

foi uma doença venérea

derrotada com penicilina

Havia também uma orelha muito grande 

com um brinco muito pequeno

pendurado do lóbulo como uma corda de enforcado

Porém, ó sorte, embrulhado numa fina gaze

havia um coração desfeito

pelas canseiras da vida

Um belo coração que ainda fazia

tic-tac tic-tac no meu próprio coração

e me trouxe à memória a 

mulher que mo deu

à saída de um filme no Coliseu

 

 
 
 
 
 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim