Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

15
Out19

BERNARDINO GUIMARÃES - "NÃO ME ENTENDES"

 

 

 

Não me entendes.

 O meu idioma tornou-se língua morta.

Por isso o passado não pode transmitir-se.

O presente gasta-se num fogo circular.

Nem as ruas que se bifurcam,

ou o pesado bafo do meio dia de Junho

Nem as noites pesadas como chumbo

Ou os sulcos no mar de algum grande navio

te conduzirão a esta pátria dos meus enganos.

Não me entendes.

 O perfume da lua derrama-se sobre os ombros.

É tarde para o dia.

Os  lamentos tornaram-se prisioneiros e mudos

e nem os olhos ávidos dos gatos

 nem os rumores soltos das laranjeiras

nem mesmo a sombra de uma infinita gaivota

te soprarão minhas palavras tão lentamente trabalhadas e inúteis.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim