Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

25
Out19

BERNARDO PINTO DE ALMEIDA - UM CORPO SAINDO DA PENUMBRA

 

 

 

Chegavas devagar e revelavas-te. Apesar

da noite, revelavas-te. E apesar dos ruídos

que cessavam contra um vidro quase

a desfocar punhas as mãos —

o corpo — e revelavas.

 

Podias ser numa fotografia:

os olhos na sombra, não os via,

tinhas as mãos à frente,

eras um corpo, a sua breve

dança iluminada.

 

Na luz mais ténue é que te expunhas

ao segredo que a ti mesma ainda escondias.

Querias a febre apenas pressentida

no corpo que tremia e sufocava

sob palavras os gestos que fazias.

 

Não sei porque dançavas. Regressavas

a quanto mais no espelho te mostrava:

a cegueira dos sentidos te arrastando

a uma voz que por dentro sussurrava

uma nudez sem fim que se entregava.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim