Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

08
Ago19

CECÍLIA BARREIRA - AQUELA MADRUGADA

 

Sob as páginas do tempo em que te aguardei,
45 anos após a tua imagem ampla e única,
desfaço os sonhos e deito-me novamente
naquela surpreendente antemanhã em que te vislumbrei,
eu ainda muito jovem e em escanhoada infinitude,
tu manhã insubmissa,
eu rebelde e inconsequente,
tu flor dos cravos nas lendas,
eu penitente em questões e questões,
tu construção de encenadas diásporas,
25 de Abril o molde desta viagem em que me te cruzei,
tão rasgada, tão desejada, tão em mim demorada.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim