Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

02
Mar19

ELISABETE MARQUES - OSSOS

 

 

 

V.

 

Por estranho acaso, recebi uma moldura de marfim

com desenhos de escaravelhos vermelhos e bambus orientais.

Pressiona a minha palma, essa matéria, tecido antes vivo

e agora memória triste da queda do soberano paquiderme

por desejo dos seus longos dentes

– antigamente chamados ossos da boca.

 

À falta de presas de mastodonte, javali, morsa, hipopótamo ou narval,

à falta de dentes de cachalote para esculpir peças de xadrez,

teclas de piano ou bolas de bilhar,

há esqueletos de baleia-azul e morsa para encaixilhar o nosso retrato.

Aí fica evidente o fascínio equivocado pelo cálcio e pela apatita:

aniquilar o sopro e guardar em casa a excrescência

ao invés de ensandecer ao espelho verificando o mesmo milagre.

 

E se caçadores fôssemos, pela fome convertidos à regra do sangue,

e se a vida dependesse de um corpo a corpo, este branco sujo

seria amuleto mágico contra os lobos e as tempestades.

Porém, traços apenas os de um par de sapatos em tapete aquietado,

na desolada sala de estar, junto dos berliques e dos bibelôs.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim