Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

22
Jun20

FERNANDO DE CASTRO BRANCO - EGON SCHIELE: A MEIA VERDE (1914)


O lugar da meia verde é problemático.

Aparentemente queda-se no ponto lábil
entre o fim da perna e o tornozelo. É
logo atrás que tudo palpita
num invisível ostensivo. As linhas

incisas dos contornos fecham
decisivamente as pernas infinitas
numa dança em suspenso. Lá no alto
são os olhos perdidos no tempo
que pairam distantes a um amanhã

inabitável. Era 14, e o que se seguia
era esse fogo que lavrava no vestido
escasso que o nosso olhar despe
ou com ele se encobre.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim