Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

05
Nov18

FERNANDO MACHADO SILVA - PALAVRAS DE UM ESTILITA ANTES DE PARTIR

 

 

 

cansei-me de levar        como a luz

de um farol os barcos pelas fragas e

rotas do naufrágio         o meu nome

aos teus lábios        visto-me

de castanho e verde         deixo este sol

secar os meus caracóis

enfrentando os raios

da manhã depois de entrar no mar

 

com cautela apanho umas quantas folhas

anónimas rubras e ainda frescas

relíquias desdenhadas

e numa praça onde um dia passarás

aí estou de braços ao alto e corpo torcido

 

russel edson disse que corri

para casa e entrando de rompante

como só os mensageiros o sabiam

fazer antes da sua morte

disse a meus pais ser uma árvore

enquanto eles só viram o outono da minha desilusão

na sua miopia imaginativa

 

dirão        talvez        foi um estilita

rir-se-ão de mim como outrora

riram dos acrobatas da vida

tão em fama hoje

entre os desolados e fatigados

do moderno e pós

 

quando um dia o que me deram

de nome        enfim        cruzar a tua memória

ou como destroço dar à tua boca

estarei ainda na praça entre animal e planta

imperceptível        ver-me-ás

tanto quanto a destruição

já lambendo os teus pés

e tarde

demais          como todas as desculpas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim