Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

28
Jan19

HUMBERTO ROCHA - IPO

  
 
 

 

Não venceste a morte nem admiraste o falso sol

a paridade absoluta dum cancro atrai e repele

o losângulo da queda, relança a imagem dos corvos marinhos

e nesse segundo extrai-se o vinco do assédio 

da morfina com o mesmo ensejo que despes a pele.

O sabor da terra na boca, o medo sentado na mesa de jantar

enquanto a solidão parasita a memória no lenço

do crâneo polido. A malha cinzelada da bata faz

desaparecer o azul festivo do céu em sintonia com

a brancura de quem dá e tira a cinza que esculpe o sangue.

Vais ficar melhor, diz com tédio o futuro para aligeirar

a culpa, entre as costelas da dor e da solidão do

sofrimento. Tomai então estas veias e dai-lhes o alimento

preciso, cobalto, níquel e bilhetes de suicídio.

O latejar das têmporas soam a um tambor de guerra

entrando pela pleura da carne dormente.

A transfusão correu bem, diz o ranger dos dentes

ao doente. Então até para a semana, diz médico

certificado em vidente.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim