Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

26
Fev20

JOÃO PAULO ESTEVES DA SILVA - AMAR A DISTÂNCIA

 

Aos cinco anos, eu ia sozinho para a escola.
Descia a Calçada Marquês de Abrantes,
virava na Travessa dos Pescadores, depois,
na Rua do Poço dos Negros e ia até ao último
quarteirão antes da esquina com a Rua das Gaivotas;
muita coisa podia acontecer, no trajecto.
Um dia, encontrei um estojo de manicure, branco,
vazio, com a marca a vermelho e fecho éclair;
achei que era uma coisa de menina 
e resolvi dá-lo de presente à minha amada.
Logo, nessa mesma tarde, tive sorte.
Havia uma excursão, formámos em batalha,
meninas de um lado e meninos do outro,
frente a frente, no hall do colégio, à espera.
Avistei-a no outro extremo, do lado esquerdo.
Chamei-a pelo nome, acenei-lhe com o estojo
e arremessei-o com um gesto perfeito
que o fez cair mesmo a seus pés.
Ela baixou-se, apanhou-o, olhou-me a sorrir,
disse um “obrigada” sem som que pude ler nos lábios,
soprou-me beijos e vi que eram de amor também.
Lembro-me de sentir aquilo como um cume:
que estávamos ali nos píncaros do universo
e já não precisávamos de mais futuro
nem de qualquer outro gesto ou palavra.










Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim