Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

29
Out19

JOSÉ MANUEL TEIXEIRA DA SILVA - PÁSSAROS, SOMBRAS

 

Abres, fechas os olhos
e dizes, é o centro do centro
do brilho, o que de invisível reluz

Falas também da fronteira das águas
de aguaceiros que trespassam o mar
ou de uma dança de guarda-chuvas
perdidos e achados na cidade

E há peixes verdadeiros e discretos
com escamas sobre escamas
escondidas e na areia funda
a ágil natação da sua luz

É no jardim e está à espera
uma árvore que vive meio morta
meio viva, duas vidas e duas mortes
que não param de morrer
e de viver, e pássaros quietos
com sombras que logo voam
se abres e depois, com o ardor
fechas os olhos











Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim