Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

18
Mar19

LAÍS ARARUNA DE AQUINO - DEUS OU A FALTA DA LÍNGUA

 

 

 

o que resta da língua

a cada vez que falamos

é a sua falta

 

um nome não basta

um nome chega demasiado

tarde ao mundo

e não pousa como

um pássaro ao ramo

de uma árvore

 

de tudo o que falamos

o que nos pertence

é o silêncio –

este desnível no

horizonte do tempo

 

como quando topamos

com um nome e se

lhe esfuma o torso

ou quando na duração

fendemos o instante

 

porque estamos no mundo

e nos foi dado acima da voz

o nosso imperfeito silêncio

– escarpa aberta

no coração da língua –,

 

não estamos dados

ao lado de coisas,

estamos na espessura

de uma falta

 

que nos fala

e esta fala

é Deus

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim