Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

04
Set19

LEONTINO FILHO - PASÁRGADA

 

 

 

distante pasárgada

que o meu olhar

não captura no espelho

convexo da palavra

 

distante pasárgada

que o meu desejo

nem imagina na página

distraída do texto

 

distante pasárgada

que a minha dúvida

tampouco sinaliza no deserto

confuso das musas

 

distante pasárgada

que o meu coração

apenas atravessa na madrugada

sã das demências

 

aura perfeita

pasárgada começa

adolescência à flor da pele

graça que não pede licenças

: pára-quedas

em pouso

que fazer?

 

pasárgada nem mais nem menos

história

dalgum beco

que a gente cultiva

no sentido ingrato

da memória

 

distante pasárgada

livro do tempo

e da dor que experimentei

lembra de mim

quando a chuva

hesitante e preguiçosa

fizer morada na derradeira bica

do pensar

lembra de mim

quando a boemia

do vento mirar o mar

e dormir na infância ininterrupta

das idades

pasárgada, de tanto querer

ando, só, assim, sozinho

a distância entre nós

não mais existe

 

quando querendo crer

já caminho pela rota

que nos traz a poesia

 

pasárgada

o dia em que te vi

(de manhãzinha)

já era outro

não mais distante de mim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim