Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

23
Ago19

MARIA CABRAL - SEM TEMPO...

 

 

 

Se o tempo se atrasar, eu espero

Se o tempo se adiantar, eu corro

Se o tempo me amar, eu quero

Se o tempo me deixar, eu morro

 

Se o tempo me fizer

Doer os ossos e a carne

Serei herói, serei guerreiro

Enfrentarei o mundo inteiro

 

Se o tempo me levar

O que de mais bonito tenho

Serei feia, grotesca

Mas enfrentarei a besta

 

Se o tempo me der

Ao ócio, à cegueira

Carregarei meu fado

Nem que seja a vida inteira

 

Se o tempo me lembrar

Que a idade não perdoa

E que os sulcos em minha face

Me descamam, denunciam,

Voltarei a mim menina

Lutarei contra essa sina

 

Se o tempo escassear,

Soçobrar e me faltar,

Dividir-me-ei em dois

Cumprirei minhas funções

 

Mas se o que em minha mente brilha

O tempo me usurpar

E um nada, uma voz calada

Nesse lugar me deixar

Então, o tempo cumprirá

Seu curso, sua missão

E o que de mim restará

Será névoa, escuridão…

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim