Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

25
Dez19

MARIA DO SAMEIRO BARROSO - CEREJAS DE POMPEIA

 

Penso ainda nas rosas, nas orquídeas,
nos agapantos,
nos campos que a divina Ceres
abençoou, nesta terra fértil, 
agora queimada pela erupção
de gases, vento e lava.
Apenas as romãs sobreviverão 
no rio eterno da  noite.
As romãs e a tua pele,
a cereja doce 
e a carícia perfumada dos teus beijos.
Não adianta fugir, meu amor,
a nuvem de enxofre tolhe-nos 
os passos,
encharca-nos o cérebro, 
envenena-nos o sangue, 
queima-nos os pulmões.
A lava mortal está cada vez mais perto.
Nos seus lençóis se desenhará 
o nosso último abraço,
o nosso último beijo,
precioso amparo
onde a condenação e o terror
se diluirão,
petrificados na luz e nos despojos,
que reinventarão para sempre
a onda ardente 
da fruição total do nosso amor.


 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim