Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

26
Dez19

MARIA JOÃO CANTINHO - DA VISÃO EM FILIGRANA

 

Desdobra-se o nojo, o sangue, a vida
que se celebra no avesso da noite,
o olhar acossado no nada, esta raiva
uma bomba prestes a detonar
na flor maldita de um silêncio esventrado.

Porque passas tu sem ver
as sombras e o escuro incêndio da folhagem
o cheiro e o dia, onde tudo te entorpece
as rugas antigas de um muro
onde sentiste que as palavras
te tinham abandonado em definitivo.

Para que nos serve a língua, o coração
em salmo adiado, se a linguagem nos abandonou
e nos sentámos na grande pedra
a olhar o vazio, a decifrar modos de sentido
que nos traem, sempre, fugindo na sombra dos dias.

É esta pobreza, a nossa, a tua, a que nos faz voar
ao encontro das árvores e do céu.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim