Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

29
Ago18

MAURICIO SALLES VASCONCELOS - CORIFEU

 

 

Eis que o sexo segmentou sua clave –
         Coro e Caos –

         Esgar seguido de credo
         Gangue gueto gestalt
                   Deixando-o mais só do que
         Todo final levitante, excitado,

         Sextante Invés Indício:

        Secciona, diz-que-faz seleção

         Ad Natura    discurso pestanejante
         Pelas bocas, entre-si, tão logo invadidas
                   Intervalos
            do já-posto incitam
         A mais revolta origem –

Não-haver
         Tocado qualquer    suficiente criatura (de retorno
         Ao ser virgem, selvagem

Rumor contra o enredado, etéreo
         Silêncio)

         Tudo sem rumo toma ritmo
         O próximo a chegar é o elo mais vivo,
        
         Por conta do próximo – nunca antes    seja
         Quem for –

         Sedução do segredo.





 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim