Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

06
Mai20

NUNO JÚDICE - A DIVISÃO DO MUNDO

 

Quando os cães ladravam os pássaros
calavam-se. Havia um acordo entre os cães
e os pássaros na divisão do ruído do mundo,
e todos aceitavam a partilha, como se
cada um tivesse direito a ser ouvido, em exclusivo,
mesmo quando um cão se atirava contra um pássaro
que se atrevera a descer até ao chão, em busca
de algum verme para alimentar a sua fome. Por isso,
admiro os cães e os pássaros, e sei que a sua natureza
se complementava nesses anos em que os cães
andavam em matilha e os pássaros chegavam em bando
nunca soube donde. Se eu tivesse falado com eles,
talvez soubesse hoje porque é que os cães
dividiam entre si o território, ou então
porque é que, nas épocas de fome, se atacavam
uns aos outros para disputar algum resto
de ossos; nem porque é que os pássaros ocupavam
esta ou aquela árvore, e distribuíam entre eles as horas
do dia para se fazerem ouvir. É possível que
algum dos velhos que por ali andavam me
soubessem explicar esses mistérios. Mas os cães
já não andam em matilha, os pássaros já não chegam
em bando e os velhos deixaram de ir à taberna que
fechou, há muito, para ouvirem sob o silêncio
das conversas o ruído das peças de um dominó
sem fim. É isto que o tempo faz às coisas; e
é por isso que há mistérios que ficam
por resolver.


7-4




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Mais sobre mim