Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

02
Nov18

PEDRO FERNANDES - O AMANHECER

 

 

o amanhecer
se despe de mim
e tudo que há
são faltas alheias
por todos os lados

e eu poderia sair
com as faltas tuas
correr a rua dos remorsos
arrastar com meu braço
céus alheios para
vestir a manhã de mim

mas rastejar
é coisa de cobra
é obra cara
e eu sou bípede
no fim não traria nada
só ausências

é preferível ficar
tudo como está sem rosto
o desgosto da manhã imprecisa
o corpo desfeito
a dor impressa
na superfície
das coisas esquecidas
o corpo alheio
e as manhãs sem mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim