Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

18
Ago19

RUI ALMEIDA - HOMENAGEM A JACKSON POLLOCK

 



Se fosse apenas respirar
Já tudo teria ficado dito
E poderíamos subir
Ao cimo da torre de vigia,

No meio da floresta,
Para contemplar a extensão
De toda a terra. Mas o movimento 
Dos pés não é o da dança,

É antes o dos dedos de Glenn Gould
Correndo pelas tocatas de Bach
Afora. Um fio de tinta 
Acrescenta força ao mundo,

Sobrepõe-se à ânsia
De correr e ao plano estabelecido
Antecipadamente. Mancha
Seca, pedaço de cor

Convertido em eco demorado
Da angústia ou do sexo;
Rumor espesso, quase líquido,
Tinta misturada

Com diluente, cheiro
A oficina de automóveis, óleo
E trapo de desperdício
Amarfanhado no bolso

De atrás. A 'Fantasia
Cromática' desenvolve-se
Nas cordas do cravo,
Na tela estendida no chão,

Espaço, muito espaço disponível
Para agir, fazer
Soar a inteira escala, sair
Para lá do limite. Pinga

Do alto uma sucessão
De gotas, um espirro
De agilidade não premeditada.
A noite e a incerteza

Não dizem o que possa ser
Este lapso, a fuga
Exacerbada pelo fole excitado
Por pés aflitos no uso

Da variação intensiva 
Do escorrimento, do alhear
Da vontade distorcida
Pela agitação dos membros,

Caules balançando à toa,
Olhos que acompanham e fazem
Surgir turvas evidências 
Na claridade.

 
(de Higiene, a publicar)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim