Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

04
Mar19

SANDRA COSTA - "TALVEZ NENHUM DIA TENHA SIDO O PRIMEIRO"

 

 

 

Talvez nenhum dia tenha sido o primeiro

e o Homem, epidérmico aprendiz do tempo,

seja, tão só, uma tardia e renovada

fórmula de prolongar esta incerteza

e todos os dias, afinal, sejam um começo.

 

Talvez todas as árvores milenares habitem

no coração do mundo, para sempre,

e as suas raízes mais profundas sejam

tão ansiosas como a última haste da magnólia

que ainda agora tocou na lentidão do azul.

 

E até talvez as míticas deambulações graníticas

tenham acabado de ocorrer porque neste

mesmo instante, sem qualquer desígnio,

há frágeis e imperturbáveis estrelas

que principiam as suas declinações. 

 

Talvez nenhum dia tenha sido o primeiro

e na intersecção íntima do que existe com

o que nunca aconteceu, nesse limiar entre

a realidade e a ficção, no contorno do princípio

e do fim, haja tão só uma existência circular,

 

pulsante e silenciosa como um claustro,

o sentimento de um tempo a que, por escassez

de significados e excesso de palavras,

se outorgou chamar de universo.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim