Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

25
Ago18

TARSO DE MELO - ROSA

para Marília, Leo e Rosa

 

 

alguém tem que escrever

um poema para Rosa

 

Rosa está dormindo

entre leites e estrelas

e talvez troque um sorriso

por um verso

 

sem muito alarde

alguém tem que escrever

um poema para Rosa

 

a mãe de Rosa não pode

suas canetas e carimbos

seus cadernos e mapas

suas palavras e enganos

estão todos guardados

num canto do berço

quentes, quentes

 

com serena urgência

alguém tem que escrever

um poema para Rosa

 

o pai de Rosa não pode

seu ouvido seus ossos

agora captam a música

que o coração e o pulmão

de Rosa tocam para avisar

sua chegada ao mundo

 

alguém tem que escrever

um poema para Rosa

e deve ser hoje

 

o pai e a mãe de Rosa

passam suas horas

tecendo os versos

que não vão escrever

com os cabelos que nascem

dos sonhos de Rosa

 

alguém tem que escrever

um poema, um psiu que seja

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mais sobre mim