Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

05
Mar19

WANDA MONTEIRO - UM SOL DE ARDER NA ETERNIDADE

 
 
 
 

sob as ramas da pele 

- tecidas de agua-sal-sol – 

o viço perdido da carne retorna ao barro úmido e disforme 

o sangue talhado na jugular se engasga e reflui 

na fronte - um feixe de fendas asila pretérito e feroz animal

poros entreabertos de cansaço regurgitam tardio suor 

 

as ancas se agasalham no frágil equilíbrio dos ossos 

fatigados de filtrar senda-história que lhe pesa e corrói 

 

o grito sequer sibila e a voz fraqueja no entoar de um canto 

o espaço se lhe expande ao reboo e a gravidade mais lhe pesa

 

sobre os olhos - véus de linho fino de branco turvo 

envelhecem de distância cada paisagem

 

tudo que lhe preenche e contorna 

desaprende de mover-se 

e tudo lhe esgota ao acontecimento

 

o que existe por fora lhe afunda por dentro

 – guardado em fibras que se retraem e secam

 

envoltos em alquebrados arcos 

– moinhos tão escassos de vento –  

a raiz muscular adoece de pulsar

 

escrita a idade

 – a velha afia no corpo sua inexorabilidade

:: morrer para fora de si

envelhecer para dar luz à morte

essa impronunciável estação 

em que as esporas do tempo

inauguram outro sol de arder na eternidade

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Mais sobre mim