Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAZETA DE POESIA INÉDITA

Espaço dedicado à divulgação de poesia original e inédita em língua portuguesa.

GAZETA DE POESIA INÉDITA

22
Jul18

TITO LEITE - PATRÍSTICA

O áureo e o betume,

o urubu esvoaça

na aurora primaveril

do poeta.

 

Um tomo que se esgarça.

 

Noites funéreas dos homens

de boa reputação.

O cânone dos malditos

é de partir o coração.

 

Corujas dormem na navalha

da inquisição.

 

A resistência é o peixe

do filósofo: dizer o nome

da rosa como quem guarda

fragmentos de Safos.